‘Zona de interesse’ arrisca a naturalizar ações de nazistas no Holocausto

O Globo

“Zona de interesse” naturaliza, normaliza e arrisca se apiedar de criminosos. Os monstros também amam, mas e daí? Entender a sociedade alemã à época como uma malta sem pensamento crítico é uma visão estreita e insuficiente. O risco é tudo entender e tudo perdoar. Eichmann, ou o comandante de Auschwitz, só podem ser vistos como burocratas “normais” se esquecermos os agentes públicos alemães que foram banidos ou mortos, a partir de 1933, com a erosão do Estado Democrático de Direito. Sem democracia, nada é banal.

Leia a íntegra em O Globo:

https://oglobo.globo.com/cultura/filmes/noticia/2024/02/21/artigo-zona-de-interesse-arrisca-a-naturalizar-acoes-de-nazistas-no-holocausto.ghtml